De "volta à minha terra"


A nostalgia tem nome: Moçambique!
Foi naquele país, decorado por deuses de múltiplas facetas estéticas, que me descobri como homem; aí cresci e quase completava determinado cíclo da minha existência quando valores mais altos se levantaram e retornei à "minha" serra e à casa onde nasci, longe do Atlântico.
Na falta de ondas e marés e sem correntes de feição, recorro à ciência para estar mais perto das razões da saudade. Os sons chegam do outro lado do mundo...
Ao serão tive companhia de elevado grau e qualidade - do locutor de serviço ao homem da técnica, de Villaret a Manuel Alegre, de Pedro Abrunhosa à "ELisa Gomara Saia", interpretado, o tema, por voz genuína, sem trejeitos...
- Um clique e "chego a casa", penso!
 Marco um número no telefone e espero dois, três segundos:
 - Bom dia, fala da Rádio Moçambique...
...
...Eram quatro da madrugada na "minha terra"!

Comentários