Margem esquerda

Desci à "Fonte dos Passarinhos", na margem esquerda do "meu" rio", em Vila Cova de Alva. Olhei a paisagem e fiquei preso a uma árvore nua, teimosamente "de pé". Guardei-a no recanto da memória que reservo ao belo.

Comentários

Silencio disse…
Este comentário foi removido por um administrador do blogue.
Silencio disse…
Há belezas incontornáveis....