terça-feira, 8 de abril de 2008

Rio Alva



Barril de Alva

Na serra mais alta de Portugal continental nasce num murmúrio o Rio Alva, que corre devagar e manso a caminho da foz no Rio Mondego, em Porto da Raiva, perto de Penacova, às portas de Coimbra.
O fio de água transforma-se em ribeiro quase à nascente, mas à medida que recebe suores de outras fontes, depressa se assume como rio pujante de vida, sem quedas ou desvios - os que existem são obra do Homem, que desde sempre usou o caudal para seu benefício, dos moinhos de moagem às “rodas de alcatruzes” que, nos estios, durante semanas, noite e dia, despejavam cântaros de seiva nas levadas e estas, serpenteando, alimentavam os milheirais e outras culturas de ocasião.
O trabalho insano das “rodas” proporcionava imagens muito belas e sons característicos dos movimentos em tono dos eixos. Aqui e além, nos tempos de agora, ainda se vislumbram engenhos do estilo, com a funcionalidade de sempre nuns casos, noutros como mera peça decorativa que regala a vista.
O Rio Alva coloca os seus serviços ao dispor das mini – hídricas, a contento de uns e desagrado de outros…
No entanto, o aproveitamento das suas águas e das várias qualidades de peixes que aí encontram o seu habitat natural é, desde sempre, o maior contributo que presta ao Homem.
O concelho de Arganil espraia-se em ambas as margens – é dele e das gentes que o habitam que nos ocuparemos no futuro, trazendo ao espaço virtual estórias de saberes e costumes, anseios e desencantos de quem “…continua teimoso e cabeçudo...” (Miguel Torga”) olhando do alto das Serras da Estrela, Açor e S. Pedro Dias, ou das suas encostas, o Alva, que caminha delicado aos seus pés, sem pressas de ser mar.

4 comentários:

Anónimo disse...

Lindo este lugar.

Ailime disse...

Parabéns pelo Blog!
Assim, desta maneira, vai contribuir para que vamos conhecendo recantos bem interessantes do nosso ainda tão lindo país!
Felicidades!

Ailime disse...

Parabéns pelo Blog!
Assim, desta maneira, vai contribuir para que vamos conhecendo recantos bem interessantes do nosso ainda tão lindo país!
Felicidades!

Vieira Calado disse...

É mais bonito que os outros.
Um abraço