segunda-feira, 24 de junho de 2024

Dia de S. João -José Marques 70 anos de "música"


José Marques em Bolonha

O barrilense José Marques participou na Grande Guerra de 1914/18 e faleceu na sua terra natal no dia 24 de abril de 1993, depois de um século de vivências extraordinárias. Já com a idade avançada, mas com a memória “fresca”, era capaz de relatar episódios rocambolescos com um sorriso a bailar no olhar – foi assim que o reencontrei, depois do meu regresso de Moçambique em 1975.
A razão do meu conterrâneo ser assunto nesta manhã de S. João, reside no facto de José Marques ter feito parte da (…) Filarmónica Barrilense durante 70 anos, tempo apenas interrompido pela sua participação na guerra. Foi sempre “caixa” e a sua vida é um exemplo de dedicação à causa da música e da Sociedade Filarmónica Barrilense (…) – “A Comarca de Arganil” de 4-5-1993
Ontem, domingo, a Filarmónica Barrilense deu uma “volta” pela aldeia, aprumada no parte e na sonoridade.
As saudades das grandes festas sanjoaninas do Barril de Alva pesam no espírito de quem nelas participou segundo os “hábitos e costumes”, principalmente no “Dia da Ponte”, tempo de partilha e convívio da comunidade residente e dos familiares vindos do concelho de Almada, com a exemplar participação da União e Progresso do Barril de Alva na liderança.
José Marques foi o pretexto para estes “dois dedos de conversa”, de “braço dado” com a sonoridade da “minha” Filarmónica.
"Dia da Ponte"
CPR

Sem comentários: