....................................................................................................

sexta-feira, 19 de agosto de 2022

Os "Jograis da Fonte Lourenço"

"Jograis da Fonte Lourenço"
José Castanheira, Acácio Simões e Chico Gouveia

Houve um tempo, na minha juventude, em que a arte de poetizar em grupo - os “JOGRAIS”- estava na moda. Tinha especial apreço pelos "Jograis de S. Paulo" e, de memória, lembro O Dia da Criação, de Vinicius de Morais, “porque hoje é sábado …”.
Nesse tempo, alinhavei textos, satíricos ou não, inspirados em estórias do dia-a-dia, do domínio público, juntava três ou quatro amigos e acontecia o entretenimento…
Foi com esse espírito que, anos mais tarde, no Barril de Alva, nasceu o grupo  “Jograis da Fonte Lourenço”, composto pelo Acácio Simões, Chico Gouveia e José Castanheira. Depois de um sarau inolvidável, que teve lugar no  salão da Associação Filarmónica Barrilense, o grupo terminou...
Por mero acaso, nos meus arquivos, encontrei uma fotografia dos "atores" e os textos originais -“relatos poetizados”   de  situações reais, que se transcrevem.
-
CR
*  

ESTÓRIAS DE ENCANTAR


T.- UMA ESTÓRIA DE ENCANTAR…(pausa rápida)
1.- NO DIA A DIA DO NOSSO BARRIL /ACONTECEM COISAS MIL…
2.- ALIÁS – ACONTECEM COISAS MIL
T.- NO NOSSO BARRIL
3.- UM DIA…
1.- …ERA VERÃO…
2.- …ESTAVA MUITO CALOR
T.- (bombo) PUM!
T.- EIS SENÃO QUANDO…TUDO ACONTECE NUM TURBILHÃO!
1.- UMA PEDRA?
2.- UM PENEDO?
3.- AI QUE MEDO!!!
T.- (bombo) PUM!
T.- FOI-SE A LIMPEZA DO COLAÇO…
... FICOU TUDO EM DESALINHO
…UM GRANDE ESTARDALHAÇO!

2.- UM DESATINO…
1.- PASSOU POR ALI UM BEZOURO
T.- ZZZZZZZZZZZZZZZZZZZZZZZZ…
T.- E DA PEDRA SE FEZ PEDRINHAS
3.- AI SE AQUILO FOSSE UM TESOURO…
T.- IA TUDO P’RAS ALMINHAS!
(pausa ligeira)
1.- UMA VEZ…
2.- NO NOSSO BARRIL…
3.- PASSOU-SE UMA ESTÓRIA DE ÁGUA CORRENTE
1.- CONTA, CONTA À GENTE!
T.- UM PACATO CIDADÃO
T.- FEZ UM XIXI NO CHÃO,
T.- COM DECORO, É DE VER
T.- NÃO FOSSE ALGUÉM ENTENDER

T.- QUE MIJAR É PROVOCAÇÃO!
2.- …É APENAS UM CHORO…
3.- UM XIXI FAZ QUALQUER MORTAL
1.- …É NORMAL…
2.- (apito - PRRRRIIIIIIIIIII…)
3 .- É A POLÍCIA!
2.- OLHA À POLÍCIA!
T.- …QUE SINISTRO… QUE SINISTRO…
3.- SENHOR MINISTRO: QUANDO CHEGA A REGEDOR?
1.- O SENHOR É GENTE FINA
2.- E PESSOA DE MUITO VALOR!
T.- CALMA, MUITA CALMINHA, SE FAZ FAVOR
T.- QUE A GENTE SAIBA,
T.- FAZER XIXI NÃO É PECADO,
T.- NÃO SE PODE SER MULTADO!

1.- NEM PRESO!
2.- NEM PRESO!
3.- NEM PRESO!
T.- (bombo) PUM!
1.- (virado para 2 e 3) ISTO É POLÍTICA!
2.- ISTO É POLÍTICA!
3.- ISTO É POLÍTICA!
T.- ISTO É POLITICA!
T.- (bombo) PUM!


COISAS PRÓPRIAS DO ENTRUDO, BOAS EM QUALQUER OCASIÃO

T. -ALGUMAS SENHORAS DA NOSSA TERRA
      ESCAMDALIZAM-SE COM UM SIMPLES BEIJO!
     AI QUEM ME DERA… AI QUEM ME DERA
     VÊ-LAS NO MESMO CORTEJO…
     DO DESEJO!
1.- QUANDO ERAM NOVAS, MOÇAS E BELAS
2.- (gesto de pala na testa) ONDE ESTÃO ELAS, ONDE ESTÃO ELAS?
3.- NAMORAVAM PELOS PINHAIS
T.- AOS AIS…AOS AIS… AOS AIS
3.- UM FILHO FORA DE TEMPO / ERA O ECO DE UM LAMENTO:
T- POR NÃO TER TROCADO O GOSTO DO DESEJO
T.- PELA CARÍCIA DE UM BEIJO.

1.- CRITICAM OS MAIS NOVOS /QUE DA VIDA NADA SABEM
2.- GALINHAS CHOCAS SEM OVOS
T.- GALIFÕES, MARIALVAS… QUE CAVEM.. QUE CAVEM..
3.- TRABALHO DURO, TRABALHO DURO !
1.- E NÃO FAÇAM BARULHO
2.- NADA DE MOTOS E LAMBRETAS
T.- MAIS MARRETAS, MAIS MARRETAS
T.- QUE CAVEM… QUE CAVEM

(pausa curta)
T.- SE APRENDER NÃO É OFÍCIO
DEIXEM-ME FICAR COM O VÍCIO
DE SER BURRO A VIDA INTEIRA
(CADA UM É BURRO À SUA MANEIRA)
OU DOUTOR NO SEU SABER:
- VAMOS TODOS APRENDER
E DIZER POR FIM:
“OS BARRILENSES SÃO ASSIM”
!

GAZETILHA DE “PÉ QUEBRADO”

T.- LEVEI A MINHA GAROTA
      UM DIA AO URTIGAL…
… FUI PASSEAR AO URTIGAL.
     E AQUELA GRANDE MAROTA
     QUIS FAZER UM PIQUENIQUE
     DE FIGOS SECOS COM AMORAS
     E ÁGUA DO ALAMBIQUE…
1.- APANHOU TAL BORRACHEIRA..
T.- QUE PERDEU O TINO E AS HORAS
2.- TAL ERA A BEBEDEIRA...
T.- FOI UMA BELA BRINCADEIRA, FOI UMA BELA BRINCADEIRA
1.- (pausa - virado para 2) AGORAS CASAS COM ELA!
(saem os três a abraçados  a gargalhar)



Sem comentários: